BV BARROS SOLUCOES EM SAUDE - ME CNPJ 19.234.774/0001-05 EPAO 2200 RESP TÉCNICO CADES VIANA CRO-DF 9547

TIPOS DE IMPLANTES

Descubra qual o implantes específico para o seu caso

Implantes unitários

  • São indicados para repor apenas um único dente;

  • Geralmente quem opta por implantes unitários são pacientes que perderam dentes no passado;

  • Existem também pacientes que precisaram realizar tratamento de canal, porém o tratamento não obteve sucesso e agora precisam extrair o dente;

  • É a cirurgia mais simples e de menor custo de se realizar, geralmente dura 40-60min;

  • O tratamento completo é realizado em 2 etapas, a 1ª cirúrgica onde é instalado o implante (que substitui a raiz do dente), e a 2ª a instalação da prótese (que substitui a parte visível do dente, chamada de coroa).

Assista o vídeo ao lado para entender melhor.

Implantes múltiplos

  • Quando se perde um dente próximo a outro têm-se  a opção de realizar a chamada "ponte", procedimento antigo que necessita de desgaste de dentes sadios para repor dentes perdidos;

  • Com o avanço da odontologia, surgiu a ponte com implantes, onde não há necessidade de estragar dentes sadios;

  • Normalmente é colocado um número menor de implantes do que dentes que serão reabilitados, ou seja, no caso demonstrado acima são colocados 2(dois) implantes para 3(três) dentes.

Veja o vídeo ao lado e comprove.

Protocolo sobre implantes / Prótese fixa com implantes

  • O sonho de todo usuário de prótese móvel é que elas fossem fixas;

  • Com a instalação de implantes, novas próteses podem ser confeccionadas e posteriormente parafusadas sobre esses implantes;

  • Essa é a melhor opção de reabilitação, devolvendo função e estética de uma forma natural;

  • Normalmente é colocado um número menor de implantes do que dentes que serão reabilitados, ou seja, no caso demonstrado no video ao lado são colocados 6 implantes para um total de 10 dentes.

Estamos aqui para ajudá-lo a encontrar uma solução simples e eficaz para os dentes perdidos.

Normalmente as pessoas ficam com muitas dúvidas e colocam muitas barreiras sobre o tratamento, escutamos estas perguntas com muita frequência:

- Será que esse tratamento serve para mim?

- Qual preço de um implante, será que custa muito caro?

- Fazer implantes dói? Será que vai dar certo?

- Tenho muito medo de dentista, mas quero mudar meu sorriso!

É necessário você ter a atitude de agendar uma consulta, se você não marcar, dificilmente conseguirá ter as respostas para as suas dúvidas.

Queremos te conhecer pessoalmente e conversar sobre seu caso!

Agende sua consulta e juntos vamos planejar o seu novo sorriso, é simples e fácil,as basta querer!

Não perca mais tempo, para agendar clique no botão abaixo ou entre em contato através dos telefones WhatsApp (61) 98217-5703 e 3026-6053

PERGUNTAS FREQUENTES

Esclarecemos as principais dúvidas a respeitos dos nossos implantes.

O que é implante dentário?

Implantes Dentários são “raízes” artificiais implantadas na maxila e mandíbula através de uma pequena cirurgia.
São pinos confeccionados em titânio comercialmente puro e se parecem com parafusos. Com técnica moderna e eficiente, o implante odontológico é um tratamento confiável e que trás bem estar ao paciente.
Os implantes permitem: estabilizar sua dentadura, trocar sua dentadura ou prótese parcial removível por uma prótese fixa e repor dentes perdidos sem desgastar os vizinhos. Ainda melhoram sua qualidade de vida, eliminando muitas das inseguranças associadas às dentaduras ou pontes móveis, além de aumentarem sua eficiência mastigatória e estética.
Após a cirurgia para instalação dos implantes, é necessário que se espere por um período de 3 a 4 meses para que haja a cicatrização óssea e com isso o implante se una ao osso. Durante esse tempo usa-se uma prótese provisória que não sobrecarrega o implante. Essa união é chamada de osseointegração. Nesse período de cicatrização devem-se tomar todos os cuidados necessários para uma boa reparação, seguindo todos os cuidados de pré e pós-operatório.

O que é OSSEOINTEGRAÇÃO?

É o processo pelo qual o implante se integra ao osso, apresentando-se fixo, sem mobilidade ou sintomas durante as forças mastigatórias.

Quanto tempo dura o tratamento?

Em geral, a fase da osseointegração dura de 3 a 4 meses e a prótese é concluída no prazo de 1 mês.
Este tipo de tratamento é relativo e específico para cada paciente associado ainda ao tipo e procedência do implante. O tratamento pode demorar 24h, 3 dias, 4 semanas até 6 meses.

Qualquer paciente pode receber implantes?

Praticamente todos os pacientes em bom estado geral (que não apresentem doenças de ordem médica) podem receber implantes dentários. Alguns fatores podem influenciar no sucesso do tratamento, como, por exemplo, o fumo e a diabetes, devendo ser avaliados previamente. O procedimento de implantação oral é um pequeno ato cirúrgico e uma adequada avaliação é necessária antes de qualquer cirurgia bucal.

Por que alguns pacientes precisam de enxertos ósseos?

A necessidade de enxertos ósseos é frequente. Eles podem ser feitos em uma fase prévia à implantação e, nesse caso, os implantes são colocados após um período de cicatrização óssea em média de 5 meses. Quando possível, o enxerto é realizado no mesmo momento da instalação dos implantes.

É preciso realizar algum tratamento antes da instalação dos implantes?

Em alguns casos sim. Deve-se eliminar qualquer processo infeccioso pré-existente na cavidade oral, ou seja, tratamento periodontal (gengival), extrações de dentes com focos de infecção bem como tratamentos endodônticos (canais) devem ser realizados anteriormente à implantação. Todos esses aspectos fazem parte de um planejamento inicial realizado pelo profissional, que deve ser discutido abertamente com o paciente, antes do início do tratamento.

Dói muito para colocar os implantes?

Não. Obviamente trata-se de um pequeno ato cirúrgico e certo edema (inchaço) é esperado, especialmente nos primeiros 3 dias pós-operatório. Entretanto, existem medicações específicas para o controle da inflamação pós-operatória, assim como antibióticos (remédios que combatem infecção) e analgésicos, que o Cirurgião Dentista poderá prescrever em caso de necessidade.

Ficarei sem dentes durante o tratamento?

Durante o seu tratamento com implantes dentários, o dentista terá condições de colocar em você uma prótese provisória, que será usada durante o período de cicatrização dos implantes dentários. Frequentemente é possível ter um dente provisório fixo.

Quanto tempo demora o tratamento?

Depende de cada caso. Após a colocação, os implantes permanecem em repouso por um período que varia de 2 a 6 meses, para que ocorra o fenômeno biológico da osseointegração (união direta do titânio ao osso), após o qual os implantes são descobertos e uma prótese dentária é conectada ao implante por meio de uma parte secundária denominada pilar. Em casos que envolvam enxerto ósseo, o tratamento ficará inevitavelmente mais longo. Em alguns casos específicos, a prótese pode ser instalada já no dia da cirurgia de implantação (carga imediata).

Existe perigo de rejeição?

Não. A taxa de sucesso dos implantes é alta, havendo diversos estudos científicos comprovando sua eficácia, mesmo após muitos anos em função mastigatória. Existe, porém, uma possibilidade pequena de perda do implante (não ocorrência da osseointegração), em torno de 1% dos casos, normalmente logo após o período de repouso pós-implantação. Se houver possibilidade de recolocá-lo, o mesmo será feito, porém, se não for possível esta recolocação por algum motivo, outra solução protética será oferecida.

Quem não é um bom candidato para receber implantes?

Gravidas – Crianças ou jovens em fase de desenvolvimento ósseo – Diabetes não controlada – Doenças sistêmicas graves – Dependentes químicos – Fumantes (contraindicação relativa).

Qual a idade limite para a colocação de implantes dentários?

Não existe idade máxima. A única limitação é o estado de saúde do indivíduo.